Cruzeiro do Sul 1560, Santa Teresa, Porto Alegre RS

contato@tanatopraxia.org.br

(51) 9 9163-4680

Associação Brasileira de Tanatopraxistas e Tanatologia.

MAIS DE 20 ANOS
DE EXPERIÊNCIA

Contribuindo com Empresas e Profissionais,
no desenvolvimento das boas práticas

SAIBA MAIS
Mission & Vission

CONHEÇA NOSSA HISTÓRIA

A Somatoconservação também conhecida como Tanatopraxia é uma técnica científica utilizada mundialmente, pela qual se promove a total profilaxia do corpo e estabilização temporária de cadáveres humanos, este procedimento é realizado em laboratórios especialmente construído na maior parte das vezes em empresas funerárias. Através deste procedimento é possível o resgate de uma aparência saudável do falecido, oferecendo conforto aos presentes no velório pelas questões de aparência, e segurança, do ponto de vista sanitário, além de permitir translados e velórios prolongados.

Ler Mais..

Apresenta também o benefício de se eliminar bactérias, fungos e vírus existentes em ambiente hospitalar, aumentando a segurança de todos que venham ter contato com o cadáver. Em função de suas concentrações adequadas, e de suas características químicas, os produtos utilizados não contaminam o solo onde é sepultado e não deixa resíduos em função de sua volatilidade. O principal produto conservante é o aldeído fórmico ou formaldeído que é um subproduto da destilação de álcool metílico.
Atualmente, as empresas funerárias investem muito nos laboratórios de Tanatopraxia, em treinamentos dos colaboradores, nos equipamentos, instrumentais e nas ETE – Estações de Tratamento de Efluentes – que servem para tratar os resíduos líquidos provenientes dos corpos tratados. Aliado a programa de recolhimento e destinação dos Resíduos Sólidos, que devem ser encaminhados para descarte através de empresa cadastrada junto aos órgãos sanitários, nacional e regional. A conservação de corpos data de cerca de cinco mil anos a.C.
quando os Sacerdotes Egípcios preparavam-se por muitos anos para o momento de executar este trabalho para o Faraó. Apenas os nobres da época, alem da família real, tinham condições de serem submetidos ao procedimento, em virtude do custo. Os aspectos religiosos eram os preponderantes neste período. Durante procedimento eram retirados os órgãos e guardados em recipiente especialmente criado para esta guarda, embebida em óleos, a massa encefálica era extraída através das fossas nasais com a ruptura dos ossos que através de instrumento, feito de cobre, possibilitava a sua liquefação da massa encefálica e assim sua retirada. O corpo era desidratado através de sais, ervas e óleos, envolto em linho. Este processo todo levava cerca de seis meses.
A história da Tanatopraxia moderna começou durante a Guerra Civil americana (1861-1865), onde soldados falecidos durante as batalhas eram embalsamados no próprio local, em acampamentos improvisados, para serem entregues aos seus familiares. O produto utilizado até então para conservação era o arcenico, mas por ser altamente nocivo a saúde necessitava muito cuidado no seu manuseio. O médico que mais se destacou nesta técnica, foi o Dr. Thomas H. Holmes, considerado “o pai do embalsamamento moderno”. É atribuído a ele, durante a guerra, o embalsamamento de 4.028 (quatro mil e vinte e oito) homens. No mesmo período, Holmes, desenvolveu outros fluidos de embalsamamento mais seguros, graças à experiência adquirida.
Depois da Guerra civil, o ato de embalsamar passou a ser amplamente reconhecido pela sociedade americana e em 1922, a Funeral Directors National Association of the United States (NFDA), órgão que regulamenta a atividade dos profissionais do ramo, decidiu numa tentativa de aumentar o valor agregado aos mesmos, substituir a designação “empresário do ramo funerário” para” Diretor Funerário”. Naquele mesmo ano, o Dr. C.M. Lukins, da Pulte Medical College, em Cincinnati, Ohio, estabeleceu a Cincinnati School of Embalming, uma escola especializada na arte de embalsamar, como sendo a pioneira nos Estados Unidos.
No Brasil a atividade tem aproximadamente 17 anos de existência, iniciando-se em Curitiba/PR, Botucatu/SP e Belo Horizonte/MG, introduzida pelo Tanatólogo Mario Lacape, que ao treinar alguns profissionais brasileiros, possibilitou a disseminação desta pratica. No ano de 2004 foi fundada a Associação Brasileira de Tanatopraxia com a finalidade de auxiliar as empresas e profissionais da área.
A Tanatopraxia é muito mais que inserir líquido e devolver a aparecia serena para a pessoa falecida, trata-se de preservar a memória, garantir a saúde publica e valorizar uma vida vivida. Atualmente há cerca de hum mil e duzentos laboratórios de Tanatopraxia espalhados pelo território nacional, contando com mais de 3,5 mil profissionais formados através de cursos de extensão universitária.
Para o futuro o segmento busca confirmar a legitimação dada através do COB/MTB que entende de forma pacifica que cabe exclusivamente ao segmento funerário a execução da Tanatopraxia, através de curso superior de graduação e bacharelado em Administração Funerária e Especialização em Tanatologia.

Visão

Tornar - se a principal parceira do segmento, contribuindo como principal força de consulta, orientação e luta pela valorização do profissional, possibilitando e desenvolvendo negócios para os profissionais e as empresas associadas.

Missão

Representar todos os Associados, auxiliando no desenvolvimento do segmento, difundindo e preconizando tecnologias aceitas como válidas, defender valores éticos e morais, firmando parcerias para melhorar a interação com o publico interno e externo.

Valores

Desenvolver através de ferramentas adequadas a busca da excelência, atuando de forma profissional junto aos associados e às empresas, tornando-se referencia na melhoria continuada dos processos atinentes ao segmento.

VANTAGENS & BENEFÍCIOS

Desenvolvimento profissional
na busca da excelência

Normativas éticas
para nortear
a forma de atuação

Desenvolvimento de pesquisas
e diretrizes para segurança
e meio ambiente

Atuação e difusão das boas técnicas
da Tanatopraxia, através da qualificação
da Anatomia voltada a técnica

CONFIRA O NOSSO STATUTO

Mission & Vission

DIFERENCIAIS

Congregar, os profissionais e empresas, fornecimento de certificados de associados, pessoa física e jurídica. Emissão de carteira profissional.
Realização de cursos, seminários, congressos, conclaves.
Orientação e normativas sobre a forma de atuação

Mission & Vission

A ABT - Associação Brasileira de Tanatopraxistas e Tanatologia, congrega Profissionais Tanatopraxistas, e demais trabalhadores do segmento funerário e Doulas da Morte, assim bem como entidades formadoras de profissionais, empresas funerárias e laboratórios de tanatopraxia. As modalidades são:
Tanatopraxista e Aspirante (profissional formando a menos de 01 ano em curso reconhecido pela ABT) R$187,50 ou R$75,00;
Empresa: Funerária, Laboratório de Tanatopraxia e Fornecedores de insumos – R$375,00;
Entidade: Instituição de ensino que tenha seu conteúdo programático aceito pela ABT – R$750,00;
Os valores de Associação e manutenção, são cobrados anualmente. Inscreva-se no formulário e venha fazer parte desta família.

CONFIRA NOSSOS CURSOS

Possuímos Cursos na área da Tanatopraxia, nas modalidades presencial e EaD
garanta já o seu curso!

Team Member Name

Curso de cerimonial fúnebre

Team Member Name

Seminário de Tanatologia

ENTRE EM CONTATO

SIGA A GENTE NO INSTAGRAM!